Baggio Café comemora nove anos no segmento de cafés gourmets

Fazer um café com qualidade que vai da semente à xícara. Esse tem sido o lema da Baggio Café, empresa centenária no cultivo de grãos, desde 2005, quando Liana Baggio Ometto, já na quarta geração da família, decidiu unir a tradição no cultivo de grãos a um refinado processo de torra. Durante esses noves anos, a empresa tem sido reconhecida no mercado nacional e internacional pela produção de cafés especiais.

A história da família Baggio com o cultivo de café iniciou-se em 1886 quando Salvatore Baggio, imigrante italiano, chegou à região da Mogiana, no interior de São Paulo. Com muito trabalho, em 1890, comprou seu primeiro pedaço de terra. Logo foi crescendo pelo estado de São Paulo e Paraná e, em meados dos anos 70, seus descendentes expandiram a produção para o sul de Minas Gerais. O carinho e a tradição do cultivo foram transmitidos de geração para geração, sendo preservado o conceito artesanal e puro deixado pelos ancestrais, associado a uma tecnologia de ponta e ao acompanhamento de agrônomos renomados.

Focada no segmento de cafés gourmet, a empresa vem crescendo consideravelmente ano a ano e investindo constantemente em sua unidade fabril e na rede de representantes comerciais. Atualmente, a Baggio Café oferece em seu portfólio grãos das melhores áreas para cultivo do país, sendo Alta Mogiana, Sul de Minas e Cerrado Mineiro.

Certamente o imigrante italiano não imaginava que a história que ele começou timidamente em 1886 iria tão longe e renderia tantos frutos. “A Baggio Café se orgulha de ser uma empresa tão brasileira quanto seus produtos. Nosso maior desafio e missão é disseminar os sabores e qualidade do café brasileiro não apenas no nosso país, mas no mundo todo”, argumenta Liana.

É com este jeitinho bem brasileiro, de conversa doce, recepção agradável e cativante que a Baggio Café vem crescendo ao longo de sua história. Em média, a empresa registra um crescimento de 22% ao ano. Para acompanhar esse ritmo, só com muito fôlego e inovação.

Em 2011, a empresa fez investimentos da ordem de um milhão de reais na unidade fabril, triplicando sua capacidade produtiva. Em 2012 a Baggio ganhou o prêmio “Melhores da Qualidade do café 2012” e alcançou a maior nota de qualidade na categoria de cafés Gourmet no PQC – Programa de Qualidade do Café. No início de 2014, um novo investimento foi feito para iniciar a produção de cafés em cápsulas. “Estamos apostando muito no crescimento do mercado de monodoses, por isso, buscamos tecnologia estrangeira para criar a linha Baggio Caps”.

No entanto, muito mais relevante que seus números, são suas pessoas. A Baggio Café sempre preservou sua origem familiar e, mesmo não tendo parentes na administração da empresa, o clima de irmandade se perpetua entre velhos e novos funcionários e parceiros. Quem chega sempre deseja ficar.

Da mesma maneira, quem experimenta seus produtos sente não apenas o aroma e o sabor de suas bebidas, mas principalmente todos esses sentimentos que se misturam e contagiam cada grão de café que passa pela empresa. Na xícara, o consumidor encontra uma boa dose de profissionalismo, ética e, acima de tudo, muito carinho, respeito e amor pelo que se faz. “Somos apaixonados por cafés! Colocamos em cada grão toda a nossa história, carinho e doses de Brasil”, finaliza Liana.

Deixe um comentário

Voltar a Blog